Aqui o associado é o dono

55 3352-4400

Siga-nos no

Facebook!

Cotações de Grãos

Soja

69,50

Trigo

41,00

Milho

30,00

Arroz

39,00

Coopatrigo

Comercial

20/03/2019

Coopatrigo distribuiu R$30 milhões aos seus associados em 2018

  • 4 de janeiro de 2019

A Coopatrigo mais uma vez dividiu o seu resultado financeiro com seus associados e colaboradores, dentro do compromisso assumido de que 50% vai para o “retorno” e 50% fica para capital de giro e investimentos da cooperativa, conforme compromisso assumido em Assembleia a partir de 2013.

Os valores que cada associado tem direito foi creditado na conta corrente de cada um no dia 31 de dezembro e a soma totalizou R$30 milhões. Cada associado vai receber a sua parte pelo volume de grãos entregues/faturados e compra de químicos realizados em 2018, sendo que as destinações são as seguintes: R$3,00 na soja, R$2,00 na canola, R$1,00 no trigo, R$1,00 no milho, R$1,00 no arroz e ainda 1,5% sobre a compra de químicos. Já os colaboradores estão recebendo 1.6 do seu vencimento mensal.

A Coopatrigo encerrou o ano com um faturamento bruto de R$1.197.926.456,00, ou seja foram praticamente R$100 milhões de faturamento médio por mês, o que coloca a cooperativa em um novo patamar de empresas do Rio Grande do Sul que são àquelas que faturam acima da marca de R$1 bilhão, as quais são em torno de 50 corporações. Em cima deste valor bruto a Coopatrigo obteve um resultado líquido de R$60 milhões, destinando então R$30 milhões para o “retorno”.

Ao comentar os números finais da Coopatrigo de 2018 o presidente Ivo Batista se disse muito satisfeito juntamente com os seus companheiros de direção e conselho de administração. “Apesar dos números positivos, o ano foi bastante difícil com a recessão econômica e alguns fatos que impactaram a economia como a greve dos caminhoneiros”, assinalou o presidente da cooperativa.

“Nosso crescimento na comparação com o faturamento de 2017 foi de 25%, bem acima dos índices econômicos do país, assim como da maioria das empresas” comentou ainda Ivo Batista. Segundo ele este crescimento se deve primeiramente ao bom ano/safra que tivemos com boas colheitas e também preços atrativos nas comodities. “A estes fatos somamos o tripé de sustentação da Coopatrigo que são os associados, direção/conselho de administração e colaboradores que fazem a máquina funcionar e dar resultados” acrescentou Ivo Batista.

Além do resultado gerado ao longo do ano a Coopatrigo mais uma vez fez muitos investimentos em sua estrutura para o atendimento das necessidades dos seus associados, principalmente na área de armazenagem de grãos que continua sendo a maior demanda da cooperativa. Em 2018 a cooperativa investiu R$15.000.000,00 e aumentou sua capacidade de armazenagem com construção de novos silos em: Garruchos, Rincão do Meio, São Nicolau, São Gregório, Caibaté e Agroindustria. Construiu um novo fluxo com moega e balança no Rolador, instalou também uma nova balança em Santo Antônio das Missões, adquiriu o terreno para construção de Centro Agropecuário de Santiago e iniciou a obra do mesmo, reformou a estrutura de Roque Gonzales com lojas de insumos, consumo e veterinária, construiu novas lojas de consumo e veterinária em Capão do Cipó e São José.

“Como todos podem verificar os valores investidos são significativos, mas são uma necessidade para atender as demandas dos nossos associados que são o motivo da existência da Coopatrigo”, ainda comentou Ivo Batista.

Encerrando a sua avaliação sobre o 2018 o presidente da Coopatrigo disse que foi um ano muito especial, porque além destes números fantásticos finalizados, também marcou um período de 20 anos que está na direção, recebendo inclusive uma homenagem dos colaboradores por esta marca. “Quando recordo da situação difícil da cooperativa quando assumimos lá em 1998 não imaginava que poderíamos chegar à patamares tão elevados, apesar de acreditar no cooperativismo, como um sistema capaz de promover a união de muitos em busca de um objetivo comum” disse o presidente.

“Naquela época a nossa responsabilidade era enorme, mas hoje os números apresentados nos remetem à uma responsabilidade ainda maior, de manter o rumo do crescimento com o atendimento das necessidades dos nossos associados, focando na assistência técnica qualificada para que eles possam produzir mais e com qualidade, realizando uma gestão que busca resultados em todos os setores para chegar ao final de cada exercício e ter uma distribuição que consideramos justa, porque a união de esforços nos fez construir este resultado” finalizou Ivo Batista desejando que o 2019 também seja um ano promissor e de realizações para a família Coopatrigo.

 

Roberto Marques

Assessor de Comunicação Coopatrigo